Aterro do Flamengo

O “aterro”, como os cariocas se referem ao Parque do Flamengo (construído sobre o Aterro do Flamengo), foi um marco no urbanismo e no paisagismo brasileiros.

Foi o primeiro parque de linhas modernas do Brasil. Seguindo o conceito norte americano dos parkways , estende-se do Aeroporto Santos-Dumont ao início da Praia do Botafogo.

Conheça as belezas, a história e a importância deste parque neste post!

Vista áerea pacial do Parque do Flamengo, no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro. Projeto de Lotta Macedo Soares e Afonso Reidy . Podemos ver o MAM do Rio , que integra o projeto, no centro da foto. Baía de Guanabara, Praia do Flamengo e Pão de Açúcar ao fundo. Imagem: BlogPorto

Vista aérea parcial do Parque do Flamengo, no Aterro do Flamengo, Rio de Janeiro. Projeto de Lotta Macedo Soares e Afonso Reidy . Podemos ver o MAM do Rio , que integra o projeto, no centro da foto. Baía de Guanabara, Praia do Flamengo e Pão de Açúcar ao fundo. Imagem: BlogPorto

Idealizado por Lotta  (Maria Carlotta) de Macedo Soares, o Parque do Flamengo, foi inaugurado em 17 de outubro de 1965, como Parque IV Centenário. Foi tombado antes mesmo de sua inauguração!

Parque do Flamengo em uma de suas extremidades , saindo da Praia do Botafogo rumo ao aeroporto Santos Dumont. O parque conta com vistas incríveis da Baía de Guanabara e do Pão de Açúcar. Imagem: novaepoca.com.br

Parque do Flamengo em uma de suas extremidades , saindo da Praia do Botafogo rumo ao aeroporto Santos Dumont. O parque conta com vistas incríveis da Baía de Guanabara. Imagem: novaepoca.com.br

Aterro – como era o local antes do parque

Próximo à orla, no centro do Rio, existia o Morro de Santo Antônio. Esse morro foi escavado e toda a terra dele foi utilizada para aterrar a orla para a construção de uma grande avenida beira-mar ligando as duas praias. e ligando o centro à Zona Sul.

O fato acima ocorreu bem antes da construção do parque. Ou seja, o local permaneceu por muitos anos como um grande terreno cheio de entulho e sem utilização.

Vista do Aterro do Flamengo, no Rio de Janeiro, antes da construção do parque do Flamengo. A área não tinha qualquer tratamento paisagístico, mas muito entulho. Imagem: reidy-ofilme.blogspot

Vista do Aterro do Flamengo antes da construção do parque. A área não tinha qualquer tratamento paisagístico, mas muito entulho. Imagem: reidy-ofilme.blogspot

 

Realização e implantação de um marco do Rio de Janeiro

Seu projeto original foi concebido pelo arquiteto e urbanista Affonso Eduardo Reidy (também autor do projeto do MAM- Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, situado dentro do parque).  O projeto foi revisado com a arquiteta e paisagista autodidata Lotta de Macedo Soares.

Planta do projeto urbanístico do Parque do Flamengo. Trata-se do maior parque de orla do mundo. Imagem: Vitruvius

Planta do projeto urbanístico do Parque do Flamengo. Imagem: Vitruvius

O paisagismo foi delineado e executado por Roberto Burle Marx e Arquitetos Associados ( também a convite da Lotta). Tornou-se a primeira obra expressiva de paisagismo  do então pintor Burle Marx.

Uma homenagem do Google à arquiteta autodidata lotta de Macedo Soares., idealizadora do Parque do Flamengo, maior parque de orla do mundo. Imagem: Doodle

Uma homenagem do Google à arquiteta autodidata Lotta de Macedo Soares, idealizadora do Parque do Flamengo, maior parque de orla do mundo. Imagem: Doodle

 

A participação de Burle Marx no Aterro

Desenho de Burle Marx para o Parque do Flamengo. Imagem: Diário do Rio

Desenho de Burle Marx para o Parque do Flamengo. Imagem: Diário do Rio

Vista aérea do aterro do Flamengo, com nítido destaque das palmeiras e de gramado com desenho similar ao do calçadão de Copacabana, marcas registradas de Burle Marx. No centro da foto, o MAM do Rio de Janeiro. Imagem: Portal Teleguia

Vista aérea do aterro do Flamengo, com nítido destaque das palmeiras e de gramado com desenho similar ao do calçadão de Copacabana, marcas registradas de Burle Marx. No centro da foto, o MAM do Rio de Janeiro. Imagem: Portal Teleguia

Burle Marx introduziu ao parque árvores da floresta amazônica que não haviam sido utilizadas em projetos paisagísticos à época.

Também foram introduzidas árvores tropicais de outros continentes que agradavam Burle Marx por sua florada ou forma.

casa-ao-cubo-aterro-flamengo-flor-oglobo

Paineira florida no Parque do Flamengo, Rio de Janeiro. Veja nossa matéria exclusiva sobre essa árvore em “Paineira rosa- grande e majestosa no seu jardim”  . Imagem: O Globo

Foram escolhidas  as espécies com capacidade de enfrentar as condições locais. Elas foram aclimatadas em um horto construído no aterro especialmente para essa finalidade.

Vista do parque do Flamengo para o Corcovado com paineira, árvore da Mata Atlântica muito utilizada no projeto paisagístico. Imagem: O Globo

Vista do parque do Flamengo para o Corcovado com paineira, árvore da Mata Atlântica muito utilizada no projeto paisagístico. Imagem: O Globo

Casa-ao-Cubo-Parque do Flamengo - 1964-urbe-carioca

Parque do Flamengo em 1964, 01 ano antes de sua inauguração. No canteiro central, as formas orgânicas de Burle Marx são inconfundíveis! Imagem: Urbe Carioca

Burle Marx escolheu a variedade de espécies com florações sazonais de forma a garantir flores durante todo o ano. Para destacar a forma e as cores dessas florações, a vegetação foi disposta em grandes conjuntos de mesma espécie.

O projeto paisagístico conta com a presença constante das palmeiras. São mais de 40 espécies, entre nativas e exóticas. A ampla utilização de palmeiras viria a ser uma marca de Burle Marx em todos os seus futuros projetos.

Em destaque, palmeiras do Parque do Flamengo e gramado com duas espécies de gramínea, formando curvas que remetem a ondas. Imagem: SkyScraperCity

Em destaque, palmeiras do Parque do Flamengo e gramado com duas espécies de gramínea, formando curvas que remetem a ondas. Imagem: SkyScraperCity

 O Parque do Flamengo hoje

casa-ao-cubo-aterro-do-flamengo-burle-marx-pinterest-photo

Com uma área de 1.200.000 m² (120 hectares), é o maior parque urbano do mundo à beira mar e Patrimônio Mundial da Humanidade na categoria “Paisagem Cultural Urbana”, título concedido pela UNESCO, no ano de 2012. Na foto, podemos ver : Baía de Guanabara, Marina da Glória, Pão de Açúcar, MAM Rio de Janeiro e, claro, o parque do nosso post! Imagem: bex.ar.br

Com uma área de 1.200.000 m² (120 hectares), é o maior parque urbano do mundo à beira mar e Patrimônio Mundial da Humanidade na categoria “Paisagem Cultural Urbana”, título concedido pela UNESCO, no ano de 2012. Imagem: bex.ar.br

O parque é a maior área de lazer ao ar livre do Rio de janeiro.

Em 1995, a Câmara Municipal do Rio de janeiro prolongou o Parque do Flamengo até o final dos jardins situados ao longo da Praia de Botafogo. Portanto, a extensão do parque, atualmente, é de aproximadamente 2.000.000 m².

Confrontado com o projeto original. um  inventário realizado em 1992  apontou uma perda de cerca de 6.000 árvores em menos de 30 anos de parque.

Em 1997, o arquiteto-paisagista Haruyoshi Ono (do escritório Burle Marx) coordenou um projeto de recuperação e revitalização do Parque do Flamengo.

"Ondas" em grama em frente ao MAM, também situado no Parque do Flamengo. Palmeiras imperiais para deixar tudo mais monumental. Pura bossa! Imagem: escritório Roberto Burle Marx (burlemarx.com.br

“Ondas” em grama em frente ao MAM, também situado no Parque do Flamengo. Palmeiras imperiais para deixar tudo mais monumental. Pura bossa! Imagem: escritório Roberto Burle Marx (burlemarx.com.br)

Vinte anos após a última revitalização, a flora do parque está, novamente, ameaçada pelos mesmos problemas: a ausência de cuidados do poder público e o uso predatório praticado por alguns usuários.

Das 176 espécies de árvores encontradas no parque, 06 estão ameaçadas de extinção. 

Belezas do parque

As árvores saudáveis do parque estão adultas e frondosas. Um grande projeto de paisagismo leva décadas para mostrar seu resultado final: as grandes massas (as árvores) plenamente crescidas ! Vamos ver algumas abaixo:

parque do Flamengo, Rio de janeiro. Detalhe de um ipê rosa florido originário do Caribe e que se adapta melhor à salinidade do local (à beira mar) do que o nosso ipê nativo. Imagem: Árvores Cariocas

Imagem de um ipê rosa originário do Caribe e que se adapta melhor à salinidade do local (à beira mar) do que o nosso ipê nativo. Imagem: Árvores Cariocas

Parque do Flamengo com linda e tranquila vista da baía de Guanabara. Muitos coqueiros para enfeitar. Imagem: O Globo

Parque do Flamengo com linda e tranquila vista da baía de Guanabara. Imagem: O Globo

Mais uma visão do parque construído sobre o infértil solo de um aterro e que se tornou o maior espaço de lazer do rio de Janeiro. Imagem: O Globo

Mais uma visão do parque construído sobre o infértil solo de um aterro e que se tornou o maior espaço de lazer do Rio de Janeiro. Imagem: O Globo

 No Rio de Janeiro, o Parque do Flamengo tem muitos exemplares de pau ferro, que estão dispostos em grandes conjuntos, exaltando as formas sinuosas e as cores de sues troncos e galhos. Imagem: Claudio Machado

O Parque do Flamengo tem muitos exemplares de pau ferro, que estão dispostos em grandes conjuntos, exaltando as formas sinuosas e as cores de sues troncos e galhos. Imagem: Claudio Machado

Abaixo, uma galeria com outras fotos desse lugar lindo! No fim da galeria, inserimos o “ANTES, DURANTE e DEPOIS” da obra!

  • Aterro do Flamengo com vista para o teatro projetado por Oscar Niemeyer e a Baía de Guanabara com o Pão de Açúcar ao fundo. Lindo !!
    Imagem: Revista Veja
  • Aterro do Flamengo à noite, com seu parque de exuberantes árvores tropicais. Rio de Janeiro
  • Vitsa deslumbrante do Parque do Flamengo para a Baía de Guanabara e o Pão de Açúcar
  • Vista aérea do Parque do Flamengo com o centro do Rio de Janiro ao fundo. O aterro foi construído justamente para a ampliação da avenida que liga o centro à Zona Sul do Rio! Imagem: SkyScraperCity
  • Vista do Parque do Flamengo para o Pão de Açúcar! Veja mais sobre o "aterro" em nossa matéria!
  • Praia do Flamengo antes da construção do aterro e seu parque! saiba mais sobre a construção do Parque do Flamengo, importante obra de paisagismo do Rio de Janeiro, m nossa matéria!
    ANTES - Imagem: Rio de Janiero Antigo Blogger
  • Durante
    DURANTE Imagem: rioantigofotos.blogspot.com.br
  • Depois
    DEPOIS- Imagem: PUC- RJ
  • Depois
    DEPOIS - Imagem: SkyScraperCity

 

Para saber mais:

1)O vídeo abaixo conta um pouco sobre o Parque do Flamengo, com belas imagens:

2)  O filme Flores Raras (2013), estrelado pela Glória Pires, é sobre a vida de Lotta de Macedo Soares, a idealizadora do parque. É claro que o aterro do Flamengo não podia deixar de aparecer!  Assista!

A incrível Lotta comandando Burle Marx e outros integrantes do projeto de implantação do Parque do Flamengo. Imagem: Jornal do Brasil

A incrível Lotta comandando Burle Marx e outros integrantes do projeto de implantação do Parque do Flamengo. Imagem: Jornal do Brasil

“O Parque do Flamengo foi projetado de maneira ambiciosa. Nobre ambição, ato de amor, tentar melhorar as condições de habitabilidade de uma cidade, criando um parque novo, organismo vivo, feito para o homem e na medida dele”. (Lotta de Macedo Soares).

 

ADRIANO GRONARD   I    ALESSANDRA PALMEZAN

Texto: Adriano Gronard

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
0