Carlos Bratke- Ele fez diferença na cidade de São Paulo!

Para nossa tristeza, o arquiteto e urbanista Carlos Bratke faleceu aos 73 anos na tarde de ontem (09/01/2017), em São Paulo.

Filho do também renomado arquiteto Oswaldo Bratke e formado em 1967 pela Universidade Mackenzie, integrou a primeira geração de arquitetos paulistas a contestar os dogmas da arquitetura moderna. O grupo acabou rotulado como os “não-alinhados” e inclui  Vasco de Mello, Roberto Loeb, Tito Lívio FrascinoPitanga do Amparo, Eduardo Longo e Artur Navarrete.

CasaAoCubo_Carlos-Bratke

Vista aérea da região da Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, onde Carlos Bratke atuou em mais de 60 projetos.

 

Alguns fatos grandiosos da carreira de nosso homenageado:

-foi um dos autores do projeto de urbanização de uma região pantanosa no Brooklin que resultou na criação da Avenida Engenheiro Luis Carlos Berrini, na Zona Sul de São Paulo.

-presidiu a Fundação Bienal (entre 1999 e 2002) e o Instituto de Arquitetos do Brasil/Departamento de São Paulo (gestão 1992/1993).

 – recebeu do IAB (Instituto de Arquitetos do Brasil) o Colar de Ouro (maior comenda desta instituição).

-realizou mais de 60 projetos de torres de escritórios só na região da Berrini.

– projetou o Parque do Povo, no Itaim Bibi

CasaAoCubo- ParquePovo

Parque do Povo, em São Paulo- SP

-projetou o edifício Centenário Plaza, mais conhecido como “Robocop”, uma construção icônica da cidade de São Paulo

casaaocubo_-casa-ao-cubo_carlos-bratke_robocop_berrini

Edifício Centenário Plaza, muito conhecido como “Robocop”, icônico da cidade de São Paulo. Concluído em 1995, foi um dos primeiros edifícios brasileiros a ser revestido em placas de alumínio.

 

-projetou o Cemitério Jardim da Colina e a sede do Poupatempo, ambos em São Bernardo do Campo- SP

– tinha experiência internacional com projetos nos Estados Unidos, Uruguai, Israel e México.

Veja abaixo uma entrevista que o arquiteto concedeu há 03 anos para a revista “Habitar”, referente ao projeto de sua própria residência:

Nossos sentimento pelo falecimento deste mestre!

ADRIANO GRONARD I ALESSANDRA PALMEZAN I JÉSSICA ROSSA

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
0