Casa Milà

Photo by DAVID ILIFF. License: CC-BY-SA 3.0

Casa Milà- Fachada principal. Imagem: DAVID ILIFF. Licença: CC-BY-SA 3.0

A Casa Milá, popularmente chamada de La Pedrera (em espanhol) ou Cantera (em catalão, língua local de Barcelona) é uma edifício modernista concebido pelo arquiteto catalão Antoni Gaudí.

Os dois apelidos foram pejorativos, já que o edifício foi muitíssimo criticado por intelectuais e celebridades da época. O pintor Salvador Dali foi um dos poucos artistas defensores do edifício,

A obra foi erigida entre 1906 e 1910, no bairro Eixample de Barcelona. Explicamos brevemente as características do bairro projetado no “plano Cerdà” em algumas fotos abaixo.

Vista aérea do distrito de Eixample, em Barcelona. Todos os quarteirões foram desenhados de forma ortogonal (quarteirões quadrados), cortados diagonalmente pela Avenida Diagonal (bem nítida na foto) e com o Paseo de Gracia dividindo o distrito em "Eixample Esquerdo" e "Eixample Direito). Imagem:

Vista aérea do distrito de Eixample, em Barcelona. Todos os quarteirões foram desenhados de forma ortogonal (quarteirões quadrados), cortados diagonalmente pela Avenida Diagonal (bem nítida na foto) e com o Paseo de Gracia dividindo o distrito em “Eixample Esquerdo” e “Eixample Direito). Imagem:

Desenho dos quarteirões do Eixample com as esquinas chanfradas. Imagem: All Gaudí

Desenho dos quarteirões do Eixample : quadrados com as esquinas chanfradas. Imagem: All Gaudí

Vista aérea de Barcelona com o distrito de Eixample em destaque. O Paseo de Gracia (avenida em que encontra-se a Casa Milà) é a grande via arborizada perpendicular ao mar. A Avenida Diagonal a cruza diagonalmente, como sugere seu nome. Imagem:

Vista aérea de Barcelona com o distrito de Eixample em destaque. O Paseo de Gracia (avenida em que encontra-se a Casa Milà) é a grande via arborizada perpendicular ao mar. A Avenida Diagonal a cruza diagonalmente, como sugere seu nome. Imagem: Alhzelia (Flickr)

A casa foi projetada para o casal  Pere Milà i Camps (um rico empresário da indústria têxtil na época) com  Roser Segimon i Artells, motivo de seu nome (na Espanha, o sobrenome da mãe vem antes do sobrenome do pai).

 

Pere Milà i Camps, proprietário da Casa Milà

Pere Milà i Camps, proprietário da Casa Milà

A arquitetura da Casa Milà

Este é um dos principais edifícios residenciais Gaudí e uma das casas mais imaginativas da história da arquitetura, este edifício é mais uma escultura do que um edifício.

A edificação apresenta-se com uma escultura talhada em pedra e que, ao ser estruturada, permitiu ao arquiteto desenvolver plantas livres e configurações orgânicas, incluindo inúmeras metáforas de elementos da natureza.

Foi erigida pela equipe do construtor Josep Canaleta e Bayo, o mesmo que havia sido responsável pela construção da Casa Batló, que já foi tema de outro post nosso em “Casa Batló, Barcelona- arq. Antoni Gaudí”.

A Casa Milà entre 1912 e 1914, foto anônima publicada na Revista Nova, Barcelona (23-05-1914). O edifício era diferente de tudo o que já havia sido erigido no mundo até então.

A Casa Milà entre 1912 e 1914, foto anônima publicada na Revista Nova, Barcelona (23-05-1914). O edifício era diferente de tudo o que já havia sido erigido no mundo até então.

Como vemos na foto acima, a fachada é uma massa impressionante, variada e harmoniosa de pedra ondulante sem linhas retas onde também o ferro forjado está presente nas formas de varandas imitando formas vegetais.

Casa Milà, Barcelona. Detalhe do ferro forjado nas varandas. Imagem:

Detalhe do ferro forjado nas varandas. Imagem:

A solução encontrada por Gaudí para os telhados, com a utilização de arcos catenários de tijolos, é uma inovação técnica presente em outras obras do arquiteto, como a Escola  Santa Teresa e a Casa Figueres.

A estrutura que sustenta o sotão da Casa Milà passou a abrigar o "Espaço Gaudí". Imagem:

A estrutura em arcos que sustenta o sótão da Casa Milà passou a abrigar o “Espaço Gaudí”. Imagem:

Telhado: um espetáculo à parte

O telhado tem suas peculiares chaminés e torres de ventilação que projetam formas da vanguarda recordam guerreiros em uma floresta de figuras surpreendentes, algumas com acabamento em caquinhos cerâmicos, denominados ” trencadís” em catalão.

Chaminés de formas esculturais e impressionantes. Imagem:

Chaminés de formas esculturais e impressionantes. Imagem: Victor (Flickr)

Essa é uma das torres de ventilação da Casa Milà, em Barcelona, Espanha.

Essa é uma das torres de ventilação da Casa Milà. Imagem: Jaume Meneses (Flickr)

O edifício foi reconhecido pela UNESCO como “Patrimônio Mundial” em 1984.

Vista do telhado super original da Casa Milà. É notável a semelhança de suas chaminés com máscaras de guerreiros. Os gradis só foram introduzidos após a abertura do edifício ao público, para maior segurança dos turistas. Imagem:

Vista do telhado super original da Casa Milà. É notável a semelhança de suas chaminés com máscaras de guerreiros. Os gradis só foram introduzidos após a abertura do edifício ao público, para maior segurança dos turistas. Imagem: Jaume Meneses (flickr)

Para aumentar o efeito "fantasia" aos turistas, à noite, projetam-se imagens de vegetais nas chaminés de formas orgânicas e esculturais. Imagem: Marc Vila (obtida do site oficial da Casa Milà).

Para aumentar o efeito “fantasia” aos turistas, à noite, projetam-se imagens de vegetais nas chaminés de formas orgânicas e esculturais. Imagem: Marc Vila (obtida do site oficial da Casa Milà).

Interiores da Casa Milà

Porta de entrada do edifício em ferro forjado. Além das famosas varandas, o material também está presente nos corrimãos das escadarias. Imagem:

Porta de entrada do edifício em ferro forjado. Além das famosas varandas, o material também está presente nos corrimões das escadarias. Imagem: Rexie J Jones (Flickr)

Escadaria interna da Casa Milá- La Pedrea, em Barcelona. Formas orgânicas que remetem a elementos da natureza

Escadaria interna da Casa Milá- La Pedrera, em Barcelona. Formas orgânicas que remetem a elementos da natureza.

A Casa Milá é um reflexo da plenitude artística de Gaudí: A partir de certo barroquismo, suas obras adquiriram grande riqueza estrutural e de formas, além de volumes ausentes de qualquer rigidez racionalista ou  premissa clássica.

Uma das características importantes é que os edifícios do Eixample, conforme fotos aéreas exibidas no início da matéria, têm pátios internos de formas quadradas. Na Casa Milá, o pátio tem formas orgânicas (apesar de simétricas em planta), conforme vemos nas fotos abaixo:

Vista do pátio interno da Casa Milà, um dos edifícios mais emblemáticos de Barcelona. Imagem: Dziedziniec

Vista do pátio interno da Casa Milà, um dos edifícios mais emblemáticos de Barcelona. Imagem: Centymetr (Wikimedia Commons)

Foto impressionante do espetacular pátio interno da La Pedrera com suas pinturas impressionistas destacadas. Imagem: A&CesTravels

As escadarias formam o elemento mais marcante e orgânico do pátio interno. Ferro forjados, pedras, palmeiras e formas inspiradas na natureza: uma combinação arrebatadora! Imagem: TravelMonkey

As escadarias formam o elemento mais marcante e orgânico do pátio interno. Ferro forjados, pedras, palmeiras e formas inspiradas na natureza: uma combinação arrebatadora! Imagem: TravelMonkey

As pinturas impressionistas se distribuem por vários tetos e paredes da Casa Milà, sempre com inspiração na natureza, claaaaaro!!! Imagem: The Apricity

As pinturas impressionistas se distribuem por vários tetos e paredes da Casa Milà, sempre com inspiração na natureza, claaaaaro!!! Imagem: The Apricity

 

Turistas no pátio da Casa Milà. Imagem: Spain Attractions

Turistas no pátio da Casa Milà. Imagem: Spain Attractions

A pintura de características impressionistas dá toda a bossa e todo o diferencial nas janelas internas da La Pedrera.

A pintura de características impressionistas dá toda a bossa e todo o diferencial nas janelas internas da La Pedrera.

 

Os apartamentos

Como se nota no mobiliário, o estilo decorativo que predominava à época era o art nouveau. Veja abaixo, algumas fotos de apartamentos do edifício:

Casa Milà : Decoração original da residência do Sr. Milà , em imagem de 1909

Decoração original da residência do Sr. Milà , em imagem de 1909

Dormitório original de um dos apartamentos de La Pedrera. Imagem: <a href="http://BY-SA 2.0, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=11010883">Jaume Meneses</a> 

Dormitório original de um dos apartamentos de La Pedrera. Imagem: Jaume Meneses

Cozinha no apartamento do 4º andar de La Pedrera. Imagem: Roger Price

Cozinha no apartamento do 4º andar de La Pedrera. Imagem: Roger Price

Vídeos que você não pode deixar de ver!!

Veja abaixo alguns vídeos breves que ilustram muito bem do que se trata a Casa Milà!

O primeiro é uma síntese de tudo o que vimos aqui!

 

O segundo vídeo mostra o quanto Gaudí teve inspiração ao projetar essa magnífica obra de arquitetura.

Links para outras matérias relacionadas:

Vimos aqui os famosos “caquinhos” de cerâmica!  Veja essa técnica de acabamento também em ” Brasil + Peru- Alguma semelhança?

O arquiteto Antoni Gaudí já  foi tema outro post nosso em “Casa Batló, Barcelona- arq. Antoni Gaudí”.

O arquiteto era MUITO inspirado nas formas naturais!! Veja nossa matéria ” GREEN POWER

Até nosso próximo post!

ADRIANO GRONARD  I  ALESSANDRA PALMEZAN

Texto: Adriano Gronard

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
0