Cor e reflexo- vidro colorido sem medo de ousar!!

A cor pode sim ser utilizada sem se tornar cansativa! Ao invés de pintar paredes, uma opção é utilizar vidro colorido em painéis e portas de armário, por exemplo.

Igreja Luterana Gethsemane de Seattle, EUA. Nesse projeto do escritório Olson Kundig Architects, o vidro colorido é o elemento que se destaca. Veja mais sobre o portfolio do escritório

Muita cor na Igreja Luterana Gethsemane de Seattle, EUA. Nesse projeto do escritório Olson Kundig Architects, o vidro translúcido colorido é o elemento que se destaca e traz luz ao agradável jardim de inverno.
Veja mais sobre o trabalho do escritório Olson Kundig no site oficial.

Transparência, reflexo, cores vibrantes, luz, leveza, assepsia e magia. Esses são apenas alguns dos benefícios que o vidro colorido pode agregar à decoração e à arquitetura.

Vamos colocar cor no vidro?

Projeto contemporâneo sem medo de  ser colorido

Devido à sua refletância, dureza e baixíssima  porosidade (ausência de textura), em elementos mais básicos e extensos da decoração, como revestimentos e mobiliários, o vidro  tem sido utilizado com cautela e parcimônia para evitar que o ambiente fique visualmente “frio”.

Com o uso de cores aplicadas no vidro, o ambiente pode ficar alegre sem perder o requinte e a modernidade.

Selecionamos abaixo alguns projetos recentes:

Portas  de armários

cinex-argentato

As portas de correr deste armário estão no acabamento ” Argentato bronze” da marca Cinex. Para se tornar “argentato”, o vidro recebe aplicação de ácidos que os deixam mais opacos e com um aspecto “metalizado”. A Cinex trabalha com 03 cores de vidro argentato. Foto: www.cinex.com.br

Adriano Gronard Arquitetura

O vidro Cinex Cristallo Boticelli na mesa e nas portas superiores dão o tom da alegria nesta varanda-jardim. Decoração e paisagismo: arq. Adriano Gronard

argentato-2

O vidro com perfil em alumínio permite que as portas de correr dos armários sejam mais largas que as convencionais, conferindo amplitude e um ar “clean” ao ambiente. Foto: www.cinex.com.br

A empresa Cinex, por meio da aplicação de ácidos, produz vidros "acidatos", que se diferenciam o vidro convencional, por não refletir e ter uma textura aveludada, sem perder a durabilidade e a praticidade do vidro. A Cinex trabalha com diversas cores, além da opção de imprimir imagens no vidro.

A empresa Cinex, por meio da aplicação de ácidos, produz vidros “acidatos”, que se diferenciam do vidro convencional por não refletir e ter uma textura aveludada, sem perder a durabilidade e a praticidade do vidro. A Cinex trabalha com diversas cores, além da opção de imprimir imagens no vidro, como na porta do armário acima, que tem xícaras, bules e taças. Foto: www.cinex.com.br

Cor

Os movéis acima têm portas e gavetas em vidro Cinex Cristallo Vanilla (baunilha) e Cristallo Aranccione (tangerina). Foto: www.cinex.com.br

cristallo-nocciola

Neste armário com portas em vidro Cinex, temos a mistura do vidro Cristallo (brilhante) com o vidro acidato (Opaco e aveludado). Tudo na cor Nocciola. Foto: www.cinex.com.br

Vidro colorido em revestimentos de paredes

Adriano Gronard Arquitetura

Nesta cozinha, o vidro Cinex Cristallo Papaya utilizado nos armários superiores se harmoniza com a pastilha também de vidro, em tons de laranja e marrom. Obra e foto: Adriano Gronard

 

Adriano Gronard

Pastilha de vidro em destaque. Obra e foto: Adriano Gronard

 

pastilha de vidro

Esta linda pastilha de vidro mesclada e com relevos está à venda na Empório Revestir. Existe em várias opções de tonalidade. Endereço: Av. Água Fria, 547 – Santana – São Paulo – SP Tel.: (11) 3476-9001 Obra da foto: Arq. Adriano Gronard

img_7450-2

O terminal 1 do aeroporto Charles de Gaulle de Paris passou por um retrofit. Advinha quais foram os principais elementos da reforma? Muito vidro colorido (com aço inox) espalhado por todo o terminal!! Na foto, temos paineís autoportantes e portas de passagem em vidro extra clear colorido em branco. Destaque para a comunicação visual IMPRESSA NO VIDRO! Foto: Adriano Gronard

Adriano Gronard photo

Revestimento em vidro colorido em todas as paredes do aeroporto Charles de Gaulle. Mais fáceis de limpar! Foto: Adriano Gronard

 

Fachadas coloridas e translúcidas – interno e externo se integram

Na casa Nautilus (obra abaixo), o vidro colorido translúcido foi utilizado em formas orgânicas. A luz que penetra em cada peça de vidro, confere um ar lúdico e uma certa magia ao ambiente, com a impressão de que tratam-se de bolhas que flutuam no ar. O efeito da luz entrando no ambiente nos remete também aos cobogós, que já foram tema do nosso post Cobogó- ele voltou ainda mais lindo e com novos acabamentos!

Casa ao Cubo

A casa  projetada pelo arquiteto mexicano Javier Senosiain é, no mínimo, inusitada. Especialista em arquitetura orgânica, o arquiteto teve a intenção de fazer os moradores se sentirem no interior da concha de um caracol Nautilus.  Faça tour 360º em cada cômodo da casa

cor no vidro

Projetado pelo escritório de arquitetura francês KOZ Architectes , o Centro Esportivo e de Lazer em Saint Cloud, França, é rico em cores por dentro e por fora. A fachada principal é composta por placas de vidro translúcido de várias tonalidades. Tais placas são fixadas por “spiders” de aço inox. Veja mais sobre o portfolio do escritório KOZ Architectes

Catedral Luterana Gethsemane em Seattle, EUA. Luz, cor, reflexo e paz.

Catedral Luterana Gethsemane em Seattle, EUA. Luz, cor, reflexo e paz.

 

Arquitetura envidraçada com muita cor há 16 séculos…

O vidro colorido não é novidade! A utilização do vidro colorido começou na Europa, na Idade Média, na fabricação dos vitrais das igrejas góticas.

Empregavam-se peças de chumbo  como suporte para as peças de vidro que compunham o painel, como no exemplo abaixo da Santa Capela, em Paris,

Casa ao Cubo

A Sainte Chapelle tem um dos mais famosos vitrais medievais. A cor das peças era obtida pela adição de substâncias, como cádmio, bismuto, cobalto, cobre, ouro e outros à massa de vidro em fusão.

Cor I Rosácea I Nôtre-Dame

A cor azul (proveniente do cobalto) predomina na rosácea da Catedral de Nôtre-Dame em Paris. Na Idade Média, o efeito da luz solar que penetra pelo vitral conferia maior imponência e espiritualidade ao ambiente. Os vitrais também serviam como recurso didático para os ensinamentos católicos, já que a maior parte da população era analfabeta.

O emprego de vidro colorido também foi abundante no modernismo catalão . Arquitetos de Barcelona como Gaudí e Montaner faziam parcerias constantes com mestres vidraceiros em suas obras.

Casa Batlló

Casa Batló- obra prima do arquiteto catalão Antoni Gaudí em Barcelona, Espanha. Detalhe para o uso de vidro colorido nas janelas.

Palau de la Música

O Palácio da Música Catalã é um auditório projetado pelo arquiteto barcelonês Lluís Domènech i Montaner, um dos máximos representantes do modernismo catalão. O vitral no centro do teto do auditório é o elemento mais famoso desta construção.

Vitral do Palau de la Música Catalana, auditório inaugurado em 1908

Vitral do Palau de la Música Catalana, auditório inaugurado em 1908. Nota-se a modernidade nos desenhos do vitral

 

Não poderíamos deixar de mencionar  a famosíssima cúpula da La Fayette de Paris:

Adriano Gronard

Construída já no início do século XX, a cúpula da Galerie Lafayette impressiona pelo tamanho. Idealizada e confeccionada em estilo neobizantino pelo mestre vidraceiro Jacques Gruber. Foto: Adriano Gronard

Foto: Adriano Gronard

Detalhe central dacúpula da Galeries Lafayette do Boulervard Haussman Foto: Adriano Gronard

Back to Brazil

Vamos para o modernismo brasileiro! Não poderíamos deixar de citar uma obra de nosso querido e ilustre Oscar Niemeyer!!! A Catedral de Brasília é um ícone de modernista:

brasilia

A estrutura da Catedral de Brasília ficou pronta em 1960. mas só foi inaugurada em 1970 com vidro incolor!!! Somente em 1990, a cobertura da nave recebeu um vitral composto por 16 peças em fibra de vidro nas cores azul, verde, branco e marrom, pintadas por Marianne Peretti. Formas simples sem deixar de ter um efeito LINDO!!

catedral-brasilia-niemeyer

Vista externa da icônica Catedral Metropolitana de Brasília. Obra: Oscar Niemeyer. Veja a história completa e resumida da catedral em : http://catedral.org.br/linhadotempo

Faça um tour virtual de 360º pela Catedral Metropolitana de Brasília!

Para saber mais…

 

Fizemos uma galeria com mais fotos da inusitada Casa Nautilus:

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

No links abaixo, você pode acompanhar a construção da Catedral de Nõtre-Dame em vídeos com três línguas disponíveis.

Observação: documentários não são iguais em conteúdo, apesar de o tema ser o mesmo:

Em português: https://www.youtube.com/watch?v=LUChmnzYgDc

Em francês: https://www.youtube.com/watch?v=03YbQPKKt6U

Em inglês: https://www.youtube.com/watch?v=O61ng_QqC4I

Para saber mais sobre a história das Galeries Lafayette, clique aqui.

Para comprar e saber com profundidade:

Este livro que aborda as obras de Oscar Niemeyer tem a catedral de Brasília na capa! Compre online na Livraria Cultura.

Livraria Cultura

Livro “Niemeyer” de Philip Jodidio. Editora Taschen.

Ainda na Livraria Cultura, encontramos um livro sobre o conjunto da obra de Antoni Gaudí. Compre online.

Livro "Gaudí"

Livro “Gaudí” de Maria Antonietta Crippa.

No livro “Vitrail- X- XXI siècle”, à venda na Livraria Cultura, os autores Veronique David e Michel Herold mostram a história completa dos vitrais, desde o século V até os dias atuais. Em francês.

Casa ao Cubo

Toda a cor dos vitrais no Livro” Vitrail- X- XXI siècle”. Compre online

Se você quer produzir o seu próprio vitral, o livro “Le Vitrail” dos autores Martine Callias Bey e Josette Trublard mostra cada técnica empregada desde os primórdios até a atualidade.  À venda na Livraria Cultura. Em francês.

Casa ao Cubo

Livro ” Le vitrail”- Compre online.

Finalizamos esta matéria aqui! Até nosso próximo post!

ADRIANO GRONARD I ALESSANDRA PALMEZAN I JÉSSICA ROSSA

Texto: Adriano Gronard

Uma resposta para Cor e reflexo- vidro colorido sem medo de ousar!!!

  1. […] adquirem essas formas irregulares, com o uso de vidro colorido. Veja mais sobre vidro colorido em  Cor e reflexo: vidro colorido sem medo de ousar! Imagem: Sebastian […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0
0
0